Santo André realiza 3º Meeting Empresarial

Este ano o Grupo Itamarati é um dos patrocinadores oficiais da 3º Edição do Meeting Empresarial promovido pela prefeitura de Santo André, com o tema “Planejamento, Inovação e Colaboração na Prática”, o evento conta com a presença de CEOs, presidentes e diretores das maiores empresas da cidade. É com grande satisfação que iremos fazer parte de um projeto tão significativo quanto esse!

Esse grande encontro será dia 28/08/2019 no Teatro Municipal de Santo André.

 

Release Oficial:

A Prefeitura de Santo André realiza, no próximo dia 28, o 3º Meeting Empresarial da cidade. O evento neste ano terá como tema Planejamento, Inovação e Colaboração na Prática, e contará com as palestras do prefeito de Santo André, Paulo Serra, Arthur Igreja (Plataforma AAA), Luiz Fogaça (CVC), Fabiana Quiroga (Braskem) e Vera Magalhães (jornal O Estado de São Paulo e rádio Jovem Pan).

O 3º Meeting Empresarial de Santo André acontece desde 2017 e reúne CEO’s, presidentes e diretores das maiores empresas de Santo André, representantes das mais importantes instituições de ensino e pesquisa do Grande ABC, sociedade civil organizada e principais lideranças locais, com o objetivo de trocar experiências e fomentar ações que promovam investimentos e a geração de emprego e renda.

O evento acontece no Teatro Municipal de Santo André e é aberto apenas para convidados.

Segue abaixo um breve resumo da 1ª e 2ª edição que ocorreram em agosto de 2017 e 2018, respectivamente.

 

1º e 2º MEETING EMPRESARIAL DE SANTO ANDRÉ

Em grande evento, Santo André abre as portas para ampliação de investimento e geração de emprego.

Santo André, 9 de agosto de 2017.

1º Meeting Empresarial da Cidade contou com a presença de João Doria e reuniu cerca de 500 empresários, CEO’s e sociedade civil para debater o futuro do desenvolvimento econômico do município, além de atrair parcerias com a iniciativa privada.

A Prefeitura de Santo André realizou o 1º Meeting Empresarial – Novos Caminhos e Novas Oportunidades, no Teatro Municipal, com a presença dos prefeitos de Santo André, Paulo Serra e de São Paulo, João Doria. O encontro reuniu cerca de 500 empresários para discutir investimentos na cidade, o futuro do município, o papel do poder público no desenvolvimento da economia andreense, além da importância de caminhar lado a lado com as empresas privadas.

Alguns dos principais CEOs de empresas instaladas em Santo André estiveram presentes no evento, que contou com palestras dos executivos Renato Boaventura (presidente da Rhodia-Solvay Fibras), Sebastian Soares (sócio líder de mercado empreendedor da KPMG do Brasil) e Chieko Aoki (presidente da rede de hotéis Blue Tree).

De acordo com o prefeito Paulo Serra, o modelo de gestão da atual administração consiste em apostar nas parcerias com a iniciativa privada para poder ampliar ainda mais o desenvolvimento da cidade. “Temos que parar com essa arrogância de que o poder público pode fazer tudo sozinho, porque não pode. Nós temos que cuidar dos princípios básicos, mas para caminharmos e evoluirmos, precisamos de parcerias com as empresas privadas. Esse diálogo de hoje tem em seu conceito esses grandes objetivos”, afirmou o prefeito.

Santo André 500 anos - No evento, foi apresentado o projeto Santo André 500 anos, ação de longo prazo para planejar a cidade para as próximas décadas. O programa tem como meta colocar o município entre as cinco primeiras colocadas no IDGM (Índice de Desafios da Gestão Municipal) até 2024, por meio de melhorias na educação, infraestrutura, sustentabilidade, saúde e segurança. Entre os objetivos para os próximos 36 anos, está aumentar a competitividade atrativa de Santo André, a liderança pela antecipação e pela competitividade financeira, além do alinhamento entre poder público e privado.

O prefeito João Doria elogiou o projeto e viu na iniciativa uma oportunidade de fomentar o desenvolvimento do município. “Santo André é um dos símbolos brasileiros do trabalho, agora ainda mais sério e dedicado. Vemos o trabalho com seriedade na área pública e no setor privado. O programa apresentado é muito bem elaborado e consistente, tem como base construir parcerias e pegar bons exemplos da iniciativa privada para fortalecer a eficiência, a dinâmica e a gestão do poder público, que é um bom caminho para a cidade”, pontuou Doria.

Santo André possui hoje cerca de 36 mil empresas, que contam com aproximadamente 200 mil pessoas qualificadas. A cidade é um dos maiores parques industriais de São Paulo e tem como uma das metas ser cada vez mais atrativa para novas empresas, de modo que sejam gerados cada vez mais emprego e renda para o município. Há anos Santo André não possuía uma política voltada ao desenvolvimento econômico.

A primeira iniciativa para que o Santo André 500 anos seja levado adiante foi feita nesta quarta-feira, com a assinatura de um protocolo de intenções com objetivo de firmar convênio com o Movimento Brasil Competitivo (MBC). A parceria levará a expertise do setor privado para a administração municipal, através do Programa Modernizando a Gestão Pública (PMGP).

“É um passo importante para a cidade. O MBC vai coordenar, junto com um conselho de gestão, o projeto para o planejamento estratégico de Santo André que queremos construir para os próximos anos, a longo prazo”, afirmou o prefeito Paulo Serra. “Temos que apostar em um ciclo virtuoso. Se poupa para investir, se investe para criar crescimento econômico e se cresce economicamente para gerar emprego e sustentabilidade. A poupança se dá no sentido de fazer mais com menos. A nossa parceria com Santo André é muito simples, temos que fazer com que o setor público e privado atuem juntos para melhorar o ambiente de negócios”, afirmou o presidente executivo do Movimento Brasil Competitivo, Claudio Gastal.

Atualmente com 464 anos, Santo André está entre as 100 maiores cidades do país, ocupando o 22º lugar como cidade brasileira com maior desempenho, sendo a 14ª no estado de São Paulo. No IDGM entre 2005 e 2015, a cidade passou da 55ª posição para 33ª em saúde, além do grande salto em segurança, tendo passado da 45ª posição para a 6ª. Com PIB de R$ 28,1 bilhões em 2014, o município está entre as 10 maiores economias do estado.